Google Agency Experts – Day 1

13 fevereiro 2019 /
Com grande orgulho, a Contramestre foi uma das 100 principais agências parceiras da Google selecionadas para integrar a turma de 2019 do Google Agency Experts.
Como definição da própria Google, o Experts é um programa global para reconhecer agências e indivíduos que são especialistas e líderes de pensamento em uma ou mais tecnologias Google.
Serão 12 encontros em 2019 onde os participantes que concluirem todo treinamento e capacitação, serão contemplados com a certificação e troféu de Google Expert.
No primeiro encontro, a pauta ficou por conta das automações, machine learning e os smart creatives.
Entretanto, mais do que isso, acredito que o maior destaque do primeiro dia tenha sido os comparativos entre o “antigo” Google Adwords e o novo Google Ads.
Os profissionais da Google Brasil compartilharam conosco todas as “novidades” e posicionamento que o “novo” Google Ads quer alcançar.
A relação entre a pauta e o comparativo entre o antes e depois é de total sinergia, visto que o novo posicionamento do Google Ads visa fomentar cada vez mais o uso de smart biddings e campanhas de RSA (Responsive Search Ads), RDA(Responsive Display Ads), DSA(Dynamic Search Ads), SDC(Smart Display Campaigns), etc.
Segundo a Google, a ideia do novo Google Ads é mudar radicalmente a maneira como trabalhamos e operamos a plataforma.
Com o uso de campanhas, criativos e orçamentos inteligentes, o intuito é reduzir significativamente os esforços em operação e gestão da plataforma.
Com isso, ganharemos tempo e consequentemente qualidade para nos dedicarmos a estratégia e data analysis.
Fazendo um paralelo, a ideia é mostrar que as campanhas inteligentes podem nos tirar de um cenário de campanhas hiper-segmentadas, onde precisamos gerenciar manualmente grupos de anúncios, palavras-chave e anúncios para que possamos direcionar de maneira assertiva um usuário para uma determinada página e nos colocar em um cenário muito mais simplificado com anúncios dinâmicos e personalizados para aquela mesma busca.
Em tom de brincadeira e em um cenário completamente “wanna be”, verbalizaram:
Palavras-chave? Vão acabar…
índice de qualidade? Não funciona mais da mesma maneira.
Lances manuais? Já acabaram.
Sobre lances, destaco ainda a afirmação de que não é mais necessário a realização da evolução das estratégias de lance.
Segundo eles, já podemos iniciar qualquer campanha utilizando smart biddings, pois não há mais a necessidade de colocar as campanhas em aprendizado.
Falando sobre os criativos inteligentes, segundo a Ipsos, 75% do impacto da publicidade é definido pela qualidade do criativo e por isso, campanhas de RSA ajudam os anunciantes a aumentar em aproximadamente 10% o número de conversões, pois permitem um ganho de espaço em comparação aos anúncios de pesquisa padrões, trazem ainda mais flexibilidade devido a grande variação de títulos e descrições para cada pesquisa e ainda permite controle do anunciante em relação a fixação de conteúdos importantes no criativo.
Sobre os RDAs, mostraram que o mesmo atrai 50% mais conversões se comparados aos anúncios de imagens estáticas.
Isso acontece devido a capacidade de adequação aos padrões visuais da marca e a personalização da mensagem para cada usuário.
Outro ponto bastante enaltecido foi o ganho de qualidade nas campanhas de DSA.
Com os anúncios dinâmicos da rede de pesquisa, o anunciante pode selecionar se deseja criar anúncios para todo o seu site ou apenas para páginas específicas e assim, direciona-los aos usuários de maneira bem assertiva de acordo com seus interesses e comportamentos.
Para quem ainda não trabalhou com campanhas de DSA, o Google Ads também se encarrega de gerar os títulos para os criativos de maneira dinâmica, facilitando assim a gestão e operação da ferramenta.
Como indicador de sucesso, mostraram que as campanhas de DSA estão com alcance de 15% a mais em cliques com CPA 35% mais eficiente.
Para encerrar, não esqueceram de citar a nossa já conhecida e querida campanha de Display Inteligente (SDC).
Mostraram que com SDCs, você pode obter 20% mais conversões com o mesmo CPA, comparado à outras campanhas de display.
Em resumo, o primeiro dia serviu para encorajar os anunciantes a acreditar ainda mais no potencial do algoritmo, pois, segundo eles, aconteceram evoluções significativas e ganhos realmente expressivos no uso de campanhas inteligentes.
Para nós, foi realmente significativo estar entre as principais agências do país.
Estávamos reunidos no mesmo grupo dos profissionais responsáveis por contas como Nike, Adidas, Carrefour, Boticário, etc.
Continue acompanhando o nosso blog que traremos em breve notícias dos próximos encontros.
Leave a Comment

*Please complete all fields correctly