X
Blog - Contramestre Marketing Digital
Seu e-commerce está no caminho certo? Entenda os indicadores e melhore suas vendas em 2018
15 de dezembro de 2017

Uma das principais dúvidas dos lojistas é em relação ao desempenho de sua loja e suas campanhas. Meu site está indo bem? E minhas campanhas? Quais os parâmetros para identificar essas informações?

 

 

Bom, para tentar mostrar de forma simples e clara, vou explicar alguns indicadores de campanhas e o que basicamente eles significam.

CTR – Taxa de Cliques

É o número de cliques recebidos por um anúncio dividido pelo número de vezes que o anúncio é exibido (impressões).

O CTR da palavra-chave é um indicador significativo da relevância dessa palavra-chave para o usuário e para seu sucesso geral.
Em resumo, um CTR alto geralmente evidencia que o anúncio está chamando a atenção dos usuários e consequentemente gerando cliques, por isso, é normal ouvir por aí que o CTR é que mede a qualidade dos anúncios em relação ao interesse do usuário.

CPC médio

É o custo médio que você pagou por cada clique.

É preciso entender que um CPC baixo não necessariamente é um bom sinal.
Geralmente, os custos por clique das primeiras páginas e nas primeiras posições tendem a ser mais caros e, por isso, se você estiver recebendo um CPC muito baixo, mas estiver em uma posição ruim ou recebendo um baixo CTR, isso pode significar que está a receber cliques não muito relevantes.
Em resumo, não adianta levar muitos cliques baratos para o seu site se eles não forem qualificados.

– Posição média

É a posição média que seu anúncio apareceu no Google quando ele foi ativado por uma pesquisa relevante.

O primeiro anúncio a aparecer no topo de uma página de pesquisa é o anúncio de posição 1 e assim sucessivamente.

 

 

– Impressão

Quando o anúncio é exibido na busca(visualizações).
Todas as vezes que um anúncio aparece em um resultado de pesquisa ele gera uma impressão.

Taxa de conversão – Principal métrica a ser utilizada como termômetro para entender a eficiência das campanhas, da qualidade do tráfego e também do próprio site.
Através dela conseguimos saber, dentre os clientes que acessaram o site, quantos deles concluíram uma compra.

Se você está desesperado para saber se a sua taxa de conversão está acima ou abaixo da média de mercado, o Fórum Ecommerce e o SEBRAE realizaram uma pesquisa em 2016 com diversas lojas virtuais e concluiram que a taxa de conversão média do e-commerce brasileiro é de 1,5%.
Entretanto, alguns mercados possuem taxas de conversão mais baixas que os outros, sendo assim, se você comercializa produtos de ticket-médio elevado, não se assuste, sua taxa de conversão deverá ser mais baixa que a média.

Agora que já conhecemos alguns indicadores, gostaria de falar um pouco sobre os estágios de um e-commerce e a relação entre Tempo X Orçamento X Trabalho.

Falando sobre os estágios, geralmente quando se abre uma loja virtual do zero, que não seja de uma grande marca já reconhecida em algum mercado, ela tende a depender excessivamente de vendas originadas através das mídias pagas.
Isso ocorre pois, para se adquirir tráfego orgânico no Google leva-se tempo e como seu e-commerce ainda é novo, não deverá ter muitas vendas realizadas através de tráfego recorrente.
Sendo assim, isso é o que eu chamo de estágio inicial.

 

 

Quando as vendas através da mídia paga e as vendas recorrentes e/ou de tráfego orgânico se equiparam, eu costumo dizer que é o momento em que uma loja se aproxima do seu estágio de maturidade, ou melhor, quando ela percebe que está se aproximando do tipping point.
Neste momento já é possível perceber que sua loja está se aproximando do ideal, muito próxima do cenário perfeito.

 

 

Já que falamos em cenário perfeito, eis o exemplo daquilo que considero ideal.
Quando uma loja mantém suas campanhas de mídia paga ativas, atraindo e ativando sempre novos clientes, porém, tendo uma parcela bem representativa(e superior) de vendas através de tráfego orgânico e recorrente, o que garantirá a alta lucratividade da loja virtual.

Bom, agora que apresentei os 3 estágios, preciso explicar um outro ponto que frequentemente somos questionados:

Como acelerar esse processo?

Eu costumo dizer que a evolução destes estágios está diretamente relacionada com 3 fatores:
Tempo X Orçamento X Trabalho Bem Feito

O Trabalho bem feito é essencial, não pode faltar em nenhuma situação.
Sendo assim, o que irá acelerar este processo é a relação entre Tempo X Dinheiro.

Com um trabalho bem feito, quanto maior o orçamento, mais rápido conseguirá construir uma base de clientes sólida e um maior volume de tráfego qualificado.
Por outro lado, mesmo que tenha um trabalho bem feito, quanto menor o orçamento, mais demorado será para acelerar a evolução destes estágios.

 


Escrito por:

Caio Monteiro

Diretor de mídia da Contramestre Agência Digital, colunista de SEO do Canaltech. Graduado em Publicidade e Propaganda com MBA em Gestão de Marketing, possui extensão em Marketing de Serviços pela ESPM-SP e em Planejamento de Mídia em Meios Digitais pela Jump Education.